Você já deve ter parado em algum momento de sua vida para apreciar as estrelas no céu, não foi? Acredito assim como tantas pessoas, você já ficou se questionando sobre o número de estrelas, porque elas brilham e porque elas se movimentam com o passar do tempo. Na antiguidade grega, as pessoas faziam exatamente a mesma coisa. Talvez seja por isso que os gregos da antiguidade tenham desenvolvido grande parte do conhecimento que temos hoje sobre a astronomia. Uma das coisas interessantes que eles observaram foi o eterno movimento que grande parte dos corpos celestes faziam no céu.

Observando o céu

Observando o céu
Fonte: Pxhere

Se você ficar observando o céu por alguns dias, vai perceber algumas coisas interessantes. Por exemplo, o Sol sempre nasce no leste e se põe no oeste, as estrelas também se movimentam do leste para o oeste, assim como a Lua. Além disso, se você decidir ficar observando por algumas horas, vai perceber que elas fazem isso em conjunto, como se fosse um quadro estático que está se movendo no céu, ou seja. elas estarão sempre em repouso em relação as outras estrelas. Tente fazer isso e observe algumas estrelas – ou uma constelação – que seja fácil de reconhecer, pode ser o Cruzeiro do Sul ou o Cinturão de Orion (mais conhecido como Três Marias). Se você fizer isso, vai perceber que elas estarão se movendo ao longo das horas, mas sempre em repouso em relação as demais estrelas. Os gregos também perceberam isso. Porém, outra coisa que eles observaram é que tinham cinco estrelas que não seguiam essa regra.

Cruzeiro do Sul

Cruzeiro do Sul
Fonte: Wikimedia

Ao observarem essas cinco estrelas por algum tempo, eles perceberam que, enquanto todas as outras se mantinham na mesma posição em relação às outras, essas estrelas pareciam alterar suas posições em relação as demais estrelas a medida que os dias iam passando. Se você ficar observando o Cruzeiro do Sul por alguns dias ou semanas, vai perceber que nenhuma das estrelas que formam a constelação vão mudar suas posições em relação às demais estrelas, mas se você fizer o mesmo com essas cinco estrelas algo diferente vai acontecer, elas vão alterar suas posições.

Planetas

Planetas
Fonte: Pixabay

Os gregos chamaram essas estrelas de planetas, que em grego significante errante, ou nômade, pois não seguiam a mesma regra que todas as estrelam seguiam e ficavam vagando pelo céu. Essas cinco estrelas errantes são os planetas que conseguimos observar a olho nu e eles receberam o nome de cinco deuses da mitologia grega: Hermes, Afrodite, Ares, Zeus, Cronus. Atualmente os conhecemos pelos nomes romanos, que são: Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter, Saturno e Urano. Esse movimento errante e aparente que eles fazem no céu se deve ao movimento orbital que todos eles, incluindo a Terra, fazem ao redor do Sol, mas isso é assunto para outro artigo.

Fonte:
Uma Breve História da Ciência Moderna – Zahar Editora

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of