A Coca-Cola dará cerca de R$ 3,15 milhões de reais para quem resolver seu maior problema: o açúcar.

A The Coca-Cola Company abriu um concurso mundial na semana passada convocando cientistas e curiosos de todo o mundo a achar algo que a empresa ainda não achou: um substituto definitivo para o açúcar.

A empresa busca um adoçante natural, seguro, de baixo teor calórico ou nulo e que tenha a mesma sensação de doce do açúcar de cana quando misturado às bebidas e comidas.

A preocupação da empresa pode ser com a saúde de seus consumidores, mas também é temor com sua própria saúde financeira. Estudos mostram que, nos EUA, pessoas hoje consomem 19% menos refrigerante que 15 anos atrás. O consumo da bebida foi cortado justamente pelas altas taxas de açúcar. A tendência é o consumo continuar a cair. A ideia, portanto, é correr contra o tempo para achar um substituto tão bom que aposente de vez a sacarose a partir da cana-de-açúcar.

Alguns especialistas já manifestaram ressalvas. O valor de um milhão parece bem baixo para a solução de um negócio bilionário.

Regras do concurso da coca-cola

No site do concurso “The Coca-Cola Company Sweetener Challenge”, a empresa avisa que a solução não pode envolver a planta estévia (a empresa já usa o adoçante na fórmula de sua versão Life, a “Coca verde”) ou a planta asiática Lo Han Guo (conhecida como Fruta-dos-Monges). A solução também não pode envolver plantas de espécies protegidas ou substâncias que já têm restrições em algum país.

O site do desafio avisa que faltam 153 dias para o encerramento das propostas: até 18 de janeiro de 2018. Em 21 de fevereiro, a marca vai anunciar os dez semifinalistas. Em 11 de abril, os três finalistas. Finalmente, em três de outubro de 2018, o grande vencedor.

Texto extraído e adaptado do site super interessante.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of