Tenho certeza que você já foi conferir a temperatura do local onde você estava e pensou: “Não concordo! Está muito mais quente” ou “muito mais frio”. Você sabia que existe uma diferença entre a temperatura real e a sensação térmica?

A temperatura é uma grandeza física que é medida através de escalas termométricas (ex: graus celsius, fahrenheit, kelvin etc.), que está relacionada com a energia interna de um sistema (corpo, objeto ou ambiente) e é gerada pela agitação de suas moléculas. 

A chamada sensação térmica é um índice criado para representar a temperatura que uma pessoa sente na prática.

Por que a temperatura do ambiente é diferente da sensação térmica?

Na sensação térmica, entram outros fatores que não são usados para medir a temperatura do ambiente. Os principais são o vento e a umidade.

O que acontece é que o nosso corpo espalha ou lança calor de dentro para fora, mandando até a pele, a esquentando. Assim que o vento entra em contato com a pele, acontece uma troca, onde a pele perde calor. É a mesma coisa quando assopramos algum alimento para esfria-lo, o ar retira o calor dos alimentos fazendo com que fiquem mais frios.

Na nossa pele, essa troca com o ar acontece diversas vezes, sendo mais frequente quando o vento está mais intenso. Por isso, quando venta muito, tem-se a sensação de que o ambiente está mais frio, porque o corpo esfria mais rapidamente.

Por outro lado, dias bastantes úmidos e quentes podem aumentar a sensação de calor: quanto mais úmido é o am­biente, mais vapor de água existe na atmosfera. O corpo transpira para baixar sua temperatura e sentir menos calor. Mas, quando o ambiente está muito úmido, o organismo sua menos, uma vez que há maior quantidade de água no ar. E, ao transpirar menos, ele fica menos frio, aumentando a sensação de calor.

Por isso há tanta diferença entre a temperatura que sentimos e a temperatura do ambiente.

Como se calcula a temperatura ambiente (Previsão do tempo)?

A previsão é feita a partir da análise de dados captados em todo o mundo por uma rede internacional. A  Organização Meteorológica Mundial (OMM) estabelece o estado inicial global, que mostra as condições de tempo em todo o planeta a partir de dados obtidos pelos países em um mesmo horário.

Mesmo com tantos dados e poderosos computadores, muito da previsão vem da leitura que os meteorologistas fazem dessas informações, é por isso que as previsões para um mesmo local em um mesmo dia podem variar.

Existem cerca 11 mil estações meteorológicas no mundo, além disso também contamos com a ajuda de satélites, aviões, bóias que captam a temperatura nos mares e balões meteorológicos.

E como calculamos a sensação térmica?

A gente já comentou um pouco sobre isso no texto, mas vamos dar uma resumida? 

Uma das maneiras de calcular esse índice é levando em conta a umidade e o vento. Quando o tempo está quente e muito úmido, a sensação térmica é maior do que a indicada pelo termômetro. Se a umidade é baixa, a sensação térmica vai na mesma direção. 

A tabela disponibilizada no site do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) calcula que a sensação térmica diminui aproximadamente 1ºC a cada vez que os ventos chegam a 7 km/h. Por exemplo, em uma dia no qual os termômetros marcam 20ºC, um vento de velocidade de 5 metros por segundo (18 Km/h), baixaria a sensação térmica para 14ºC. No caso de calor, a exposição direta ao Sol também pode aumentar em alguns graus a sensação.

Fonte: 

http://cienciahoje.org.br/artigo/como-e-calculada-a-sensacao-termica/

http://ciram.epagri.sc.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1498&Itemid=661

https://super.abril.com.br/mundo-estranho/como-e-calculada-a-sensacao-termica/

https://super.abril.com.br/mundo-estranho/como-e-feita-a-previsao-do-tempo/

https://olhardigital.com.br/noticia/entenda-como-a-sensacao-termica-e-calculada/95466?notificacao=&utm_campaign=notificacao&utm_source=notificacao

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of