Pela primeira vez um caso de dengue transmitida sexualmente foi diagnosticado na Europa. O caso foi notificado no fim de setembro em Madri, Espanha. O parceiro do paciente, de 41 anos, era um homem que havia viajado recentemente para República Dominicana e Cuba, onde provavelmente contraiu a doença. Ambos tiveram relações sexuais sem proteção no início de setembro, motivo pelo qual foram analisadas amostras de sêmen que deram resultado positivo.

O paciente não havia estado em uma região onde a dengue era endêmica (quando atinge uma população de uma região geográfica específica), por isso esse caso intrigou os cientistas. Cientistas buscaram mosquitos transmissores na região da Espanha, mas não foram encontrados.

Este seria o primeiro registro de provável transmissão sexual do vírus da dengue em uma área sem a presença de mosquitos vetores da doença.
Houve um caso também, na Coreia do Sul, onde os testes comprovaram que um casal de homem e mulher tinham dengue. Amostras de sêmen foram colhidas e analisadas. Não só a dengue foi detectada, como também foi possível verificar que se tratava exatamente do mesmo vírus, um subtipo que circula em Cuba.

Essa descoberta possui relevância global, já que os cientistas até então só acreditavam na transmissão por meio do mosquito. Em países onde a dengue é endêmica ou que existem mosquitos que a transmitem PODE estar acontecendo a transmissão sexual.

A doença

De acordo com o Ministério da Saúde, a dengue é uma doença febril grave causada por um arbovírus. Os arbovírus são vírus transmitidos por picadas de insetos, especialmente os mosquitos. Existem quatro tipos de vírus de dengue (sorotipos 1, 2, 3 e 4). Cada pessoa pode ter os 4 sorotipos da doença, mas a infecção por um sorotipo gera imunidade permanente para ele.

PORÉM, é importante frisar que no caso de transmissão sexual existe uma possibilidade de ser um outro sorotipos do vírus da dengue, mas os pesquisadores ainda estão estudando.

Geralmente, o transmissor da dengue é o mosquito Aedesaegypti, que precisa de água parada para se proliferar. O período do ano com maior transmissão são os meses mais chuvosos de cada região, mas é importante manter a higiene e evitar água parada todos os dias, porque os ovos do mosquito podem sobreviver por um ano até encontrar as melhores condições para se desenvolver.

Mosquito transmissor da dengue

Todas as faixas etárias são suscetíveis à doença, porém as pessoas mais velhas têm maior risco de desenvolver dengue grave e outras complicações que podem levar à morte. O risco de gravidade e morte aumenta quando a pessoa tem alguma doença crônica, como diabetes e hipertensão, mesmo tratada.

Quais são os sintomas da dengue?

Os principais sintomas da dengue são:

  • Febre alta > 39ºC.
  • Dores musculares intensas.
  • Dor ao movimentar os olhos.
  • Mal estar.
  • Falta de apetite.
  • Dor de cabeça.
  • Manchas vermelhas no corpo.

No entanto, a infecção por dengue pode ser assintomática (sem sintomas), leve ou grave. A grave pode levar até a morte. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C), de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, além de prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele. Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns. Em alguns casos a pessoa pode apresentar manchas vermelhas na pele. No caso da dengue grave, a pessoa contaminada pode apresentar sangramento nas mucosas.

Ao apresentar os sintomas, é importante procurar um serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequados, todos oferecidos de forma integral e gratuita por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

A doença tem cura espontânea depois de 10 dias, na maioria dos casos.Na dengue hemorrágica, o quadro clínico se agrava rapidamente, apresentando sinais de insuficiência circulatória. A baixa circulação sanguínea pode levar a pessoa a um estado de choque.

Segundo a (OPAS) Organização Pan-Americana da Saúde, cerca de 700 pessoas morreram de dengue neste ano na América Latina, sendo o Brasil o país mais afetado, com 485 mortes, seguido por Honduras (82), Colômbia (35), Guatemala (34) e México (20).

Como prevenir a dengue?

A melhor forma de prevenção da dengue é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, eliminando água armazenada que podem se tornar possíveis criadouros, como em vasos de plantas, galões de água, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas.

Repelentes e inseticidas também podem ser usados, seguindo as instruções do rótulo. Mosquiteiros, e roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia, em que os mosquitos são mais ativos, e durante surtos da doença, podem ajudar na não contaminação.

IMPORTANTE: Com o caso da doença sendo transmitida sexualmente, é importante lembrar- USEM SEMPRE CAMISINHA! A camisinha evita DIVERSAS doenças sexualmente transmissíveis. Se proteja! 

Fonte:

http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/dengue

https://oglobo.globo.com/sociedade/europa-registra-primeiro-caso-de-transmissao-sexual-de-dengue-1-24070226

https://noticias.r7.com/saude/dengue-e-transmitida-sexualmente-segundo-caso-e-registrado-em-madri-08112019

https://istoe.com.br/dengue-pode-ser-transmitida-por-via-sexual-diz-estudo/

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of