Quando você era criança, você assinou o gesso de um colega de classe depois que ele quebrou um braço ou uma perna?

Ossos quebrados são um dos piores acontecimentos da infância – apenas alguns segundos de calamidade seguidos por meses de descanso e recuperação entediantes. Mas as crianças no futuro podem ter uma história diferente para contar, à medida que a tecnologia busca como consertar ossos quebrados.

Como?

Nanomateriais de carbono podem ter o poder de curar ossos mais rapidamente do que um fã de Harry Potter pode dizer ‘Brackium Emendo!‘ haha

Pesquisadores da equipe de Stefanie A. Sydlik, da Universidade Carnegie Mellon, testaram uma nova formulação de grafeno biodegradável, que imita ossos, atrai células-tronco e, melhora a maneira como podemos reparar os danos aos nossos ossos.

Conforme relatado na Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, o grafeno fosfato serve como uma sustentação, permitindo que as células do próprio corpo reformarem mais rapidamente os ossos ausentes ou danificados. A técnica já demonstrou sucesso em ratos. À medida que essa tecnologia amadurece, ela pode se tornar uma parte vital da medicina ortopédica, nos ajudando a recuperar mais rapidamente e com ossos mais fortes e saudáveis.

A recuperação comum 

O principal tratamento da medicina ortopédica tradicional sempre foi mobilizar os ossos fraturados e permitir que o corpo se reparasse. Felizmente, nosso corpo faz um ótimo trabalho reparando ossos; com o ajuste adequado e tempo suficiente, os ossos podem reparar até danos muito graves, ficando quase tão bons quanto novos.

As modernas técnicas de fisioterapia e recuperação aprimoraram essa abordagem de “imobilize e esqueça”, explorando atividades, dieta e descanso para obter os melhores resultados com um osso quebrado. Lesões traumáticas podem exigir cirurgias para instalar pinos, placas e outras estruturas que exigem um tempo de recuperação mais longo, mais fisioterapia e, francamente, muita dor. 

Fratura com pinos.

A pesquisa de Sydlik com o grafeno representa a abordagem moderna da ortopedia: entrar no corpo para maximizar a recuperação por dentro. Quando o grafeno é colocado sobre e ao redor do tecido ósseo quebrado, ele serve como uma estrutura para as células ósseas se unirem e crescerem. 

Pense nisso como a treliça de madeira que você coloca em um jardim para incentivar as trepadeiras subirem e florescerem. Ao contrário da treliça do jardim, o “gesso” de grafeno é quebrado à medida que as células ósseas crescem em seu lugar, desaparecendo efetivamente à medida que o corpo repara a lesão. 

Uma nova ideia ainda melhor

A abordagem do novo gesso de grafeno não é nova, mas este estudo de Sydlik mostra melhorias no design, formulação e produção do grafeno fosfato. O gesso também é altamente personalizável – atraindo os íons de cálcio, tendo uma resistência específica à tração e outras propriedades físicas que podem ser ‘programadas’ no material conforme ele é produzido. Isso produz um material que imita o osso real o mais próximo possível.

Talvez, o fato mais importante que o estudo mostrou, é que o gesso pode trabalhar com ou sem a assistência de células-tronco. A maioria das outras formas de tecnologia de gessos regenerativos contam com as células-tronco para acelerar o reparo.

O grafeno fosfato, no entanto, fornece uma estrutura para as células ósseas normais crescerem. Ser capaz de trabalhar sem células-tronco significa que essa tecnologia exigiria planos de tratamento menos complexos quando usados ​​no mundo real.

Mais vantagens!

Existem outras tecnologias por aí que poderiam curar ossos quebrados melhor do que o grafeno, como células imprimíveis, nanites ou cibernética. Mas todas essas tecnologias estão muito longe de atingir o público. Os gessos de grafeno fosfato tem vantagem! Se integram bem aos procedimentos médicos e protocolos de cuidados atuais.

Uma vez que eles se tornem acessíveis, seu potencial real chegará. O grafeno é  formado por átomos de carbono dispostos em um determinado padrão, com  o potencial quase infinito de variar a composição molecular. 

Traduzido/adaptado: https://singularityhub.com/2019/03/04/graphene-shows-promise-for-repairing-broken-bones/


1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
adagoqibua Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
adagoqibua
Visitante

http://mewkid.net/who-is-xandra/ – Amoxicillin 500mg Amoxicillin 500mg Capsules tza.zaou.cienciaemacao.com.br.ntr.da http://mewkid.net/who-is-xandra/