O nome sódio origina-se de soda cáustica, a substância da qual ele foi obtido em 1807 por Humphry Davy, ao fazer a eletrólise da soda cáustica fundida. Hoje não usa-se mais o NaOH e sim uma mistura de NaCl com Na2CO3 ou CaCl2.

É um elemento de símbolo Na (Natrium em latim), metálico, mole, prateado e reativo. Reage violentamente com a água!

Faz parte da família 1A, possuindo assim um elétron no último nível de energia e configuração eletrônica terminando em 3s1.

 

Número atômico11
Massa molar22,98977 g/mol
Isótopos naturais23Na
Ponto de fusão97,8 ºC
Ponto de ebulição881,4 ºC

É o metal alcalino mais abundante!! Usado como agente redutor na obtenção de outros metais, como o titânio (Ti) e o zircônio (Zr), a partir dos seus cloretos ou óxidos. A indústria de borracha sintética consome uma grande quantidade de sódio, no entanto seu maior uso é na produção de peróxido de sódio (Na2O2) e cianeto de sódio (NaCN). O uso mais popular é na fabricação de lâmpadas a vapor de sódio (amarelas), usadas para iluminação especial de ruas e estradas.

Os sais de sódio estão amplamente espalhados na natureza. Quando colocados no fogo, esses sais conferem à chama uma cor amarela característica dos íons de sódio que são excitados com absorção de energia e em seguida se desexcitam, emitindo luz amarela.

Muitos processos dos organismos de seres vivos que envolvem membranas são controlados pelo equilíbrio relativo dos íons de sódio e potássio presentes. Existe um equilíbrio ideal; no entanto, em muitas situações é justamente o desequilíbrio desse mecanismo que causa diarréia e desidratação em indivíduos acometidos por certas doenças e distúrbios intestinais. A ingestão excessiva e habitual de sal de cozinha, NaCl, com uma alimentação rotineiramente salgada, causa sérios danos à saúde, podendo levar a pessoa a tornar-se hipertensa.

ALERTA!!! Use com moderação!!!!

Os sais de sódio são extremamente importantes industrialmente. O cloreto de sódio, NaCl, era usado na Antiguidade como forma de pagamento — o que originou o termo salário.

Ele é mais usado na manufatura química inorgânica do que qualquer outra substância. Mesmo as rochas fosfatadas perdem para ele. Seu consumo mundial excede 150 milhões de toneladas. Dois outros produtos são de enorme importância: o carbonato de sódio (Na2 CO3) e o hidróxido de sódio (NaOH), ambos obtidos a partir do NaCl. Cerca de 50% do Na2CO3 é usado na indústria de vidros.

Fonte: Artigo extraído e adaptado do site SBQ.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of