Tem alguém apaixonado por aqui?

Mais do que um sentimento, o amor é uma série de reações químicas acontecendo dentro do seu corpo.

Aquelas “borboletas no estômago”, frio na barriga, a alegria de ver quem você ama, isso tudo é causado pela ocitocina!

O que é a ocitocina?

A famosa ocitocina é um hormônio produzido pelo hipotálamo, que tem como função regular determinados processos metabólicos e outras atividades autônomas. A ocitocina é liberada a partir da neuro-hipófise. 

Ela é formada por nove aminoácidos e possui  a seguinte fórmula estrutural:

Por Calvero. – Selfmade with ChemDraw., Domínio público, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=1166797

Esse hormônio é conhecido como o HORMÔNIO DO AMOR, por agir como um neurotransmissor na regulação do comportamento de interação social. Devido a isso, age na melhora do humor, na diminuição da ansiedade e no aumento da ligação entre parceiros, sendo capaz também de diminuir a agressividade, deixando a pessoa mais amável, generosa e social. Também está relacionado à monogamia e ao sentimento de fidelidade nas relações. 

 Qual a função da ocitocina? 

  • Reprodução

A ocitocina apresenta uma série de funções relacionadas com a reprodução, tendo como função mais conhecida a estimulação e a contração do útero na hora do parto. Além disso, auxilia na produção do leite e é utilizada de forma sintética por meio de medicamentos para aumentar a atividade da musculatura uterina e favorecer o parto normal.

  • Convívio social

A ocitocina tem papel na melhora do convívio social, na percepção das expressões emocionais e sensibilidade, ajudando no tratamento de pacientes com autismo e esquizofrenia, se acaso for indicado pelo psiquiatra.

  • Depressão e ansiedade

Por auxiliar a lidar com as emoções, o hormônio pode diminuir a sensação de estresse, além melhorar o humor e o convívio com as pessoas, podendo, em alguns casos, auxiliar o tratamento de pessoas com depressão, ansiedade intensa e com fobia social. Muitos antidepressivos usados no tratamento de ansiedade, depressão e pânico possuem a ocitocina em sua composição. Lembrando que o uso desses medicamentos deve ser indicado por um psiquiatra. 

  • Prazer

A ocitocina auxilia no aumento da libido e do desempenho sexual, agindo em conjunto com a testosterona, no homem, e a progesterona, na mulher, trazendo uma melhora do prazer e do interesse no contato íntimo, além de facilitar o alcance do orgasmo. E não somente no contato sexual, mas no físico, como abraços e carinhos são uma forma de aumentar a ocitocina sem a ajuda de medicamentos.

A ocitocina está diretamente ligada às nossas emoções, traz paz, alegria e está ligado ao sentimento de doação pelo outro, de altruísmo e honestidade.

Então para auxiliar seu organismo a produzir ocitocina esteja sempre perto das pessoas de quem você gosta e compartilhe momentos agradáveis com elas. 

O amor é lindo e é pura química também!

Fonte: 

https://www.minhavida.com.br/saude/materias/30990-ocitocina-confira-beneficios-que-o-hormonio-do-amor-pode-produzir

https://www.tuasaude.com/ocitocina/

https://brasilescola.uol.com.br/biologia/ocitocina-hormonio-amor.htm

https://saude.abril.com.br/bem-estar/ocitocina-muito-alem-de-hormonio-do-amor/

http://www.sentidosdonascer.org/blog/2015/06/ocitocina-o-hormonio-do-amor/

https://revistacrescer.globo.com/Gravidez/noticia/2019/04/ocitocina-como-funciona-o-hormonio-do-amor-no-parto-e-na-amamentacao.html

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of